quinta-feira, dezembro 22, 2011

MINHA MENSAGEM NATALINA AOS AMIGOS




Dentre todos os poetas regionais, o mais universal foi “JESUS DE NAZARÉ”. 

O NAZARENO, como se tornou conhecido nos quatro cantos deste mundo velho, tão velho quanto a sombra do eterno, nada escreveu concretamente, mas suas parábolas e metáforas ainda hoje são uma ameça à tirania e opressão. 

Aos nossos dias, se materializado fosse, seria considerado um poeta surrealista ou talvez um repentista louco e decadente. Jovem e rebelde, continuaria desobedecendo as leis impuras e pregando contra a imposição, a injustiça e a impostura. Certamente não possuiria seguidores. Rejeitaria os deuses aprisionados nesses santuários de ouro e ensinaria preces para o homem se livrar do cárcere ideológico das crenças doentias.

Não teria receio algum de se apagar diante dos potentados e dos embusteiros do poder. Jamais se imporia pelo físico, pelo orgulho ou pela ostentação, mas apenas pelas idéias e ideais de um mundo mais humano e mais justo. 

Teria poucos amigos e com certeza assinaria seu nome com as digitais extraídas do próprio polegar, que é a assinatura própria dos tímidos e porque não dizer, dos sábios e destemidos; do mais sábio e destemido dentre todos os jovens, pois sabia que só a juventude é capaz de jogar ciscos nos olhos da experiência. 

Feliz Natal. 
Feliz 2012.

Que tenhamos todos um ano novo de paz, harmonia, prosperidade e que possamos desfrutar da vida com muita saúde, alegria e entusiasmo.

São os votos sinceros de Ruy Câmara, Rossana Bezerra e filhos.