terça-feira, outubro 28, 2014

OS MISTÉRIOS DAS ELEIÇÕES



Confirma-se hoje o que antecipei naquele momento tenso em que o Brasil nada sabia e aguardava com ansiedade o TSE liberar o resultado já apurado até então das eleições para presidente. Hoje foi divulgado na imprensa que Aécio liderou a corrida desde o início até a apuração de 89,9% de todos os votos do Brasil. 

Naquele momento em que a apuração transcorria às portas fechadas no TSE, o sistema de totalização ficou mais lento, aos 89,9% da apuração e somente alguns ministros e 30 técnicos privilegiados sabiam que Aécio estava na liderança e que marchava para a vitória. 

Após algumas trocas de mensagens entre pessoas influentes, a notícia vazou, sabe-se lá como. Ao ser informado aqui na Flórida por fonte segura, postei no meu Facebook a informação de que, com 89,9% da apuração, Aécio liderava. E informei também que gente da Infraero havia comentado que estava havendo uma revoada de jatinhos saindo do Rio e de São Paulo para Belo Horizonte. 

Portanto, está confirmada a informação de que Aécio Neves liderou a apuração das 17h00 até às 19h32, quando o sistema ficou mais lento, justamente aos 89,9% da apuração, justamente quando correu o boato de que a demora decorria da apuração dos votos do Norte e Nordeste.

Nota importante:

Devido o horário de verão adotado em plenas eleições, o TSE fez o Brasil inteiro ficar esperando a votação do Acre, votação que foi encerrada por lá às 17h00 e 20h no Sudeste, exatamente quando os números oficiais foram anunciados ao público, com Dilma aparecendo com cerca de 2% à frente de Aécio. 

Há quem acredite que os técnicos do TSE ficaram isolados, sem celular e sem acesso à Internet durante todo o tempo de apuração, mas eu precisaria estar lá para acreditar que, mesmo que a apuração não precisa de internet para processar os votos, dificilmente um técnico experiente ficaria incomunicável diante de tantas circunstâncias ou mesmo pressões. 

Evidentemente que, caso os votos das urnas eletrônicas fossem impressos e armazenados, permitindo a recontagem manual de forma clara, Aécio e o Brasil poderia pedir a recontagem (já que a margem foi mínima) apenas para termos a certeza de que, após uma aferição transparente, o resultado eletrônico retrata de fato a realidade. Infelizmente, enquanto prevalecer somente a apuração eletrônica dos votos, o eleitor brasileiro não terá jamais a certeza de que o resultado proclamado reproduz a exatidão. 

Portanto, já que se fala tanto em reforma política, eu espero que esta comece pelo aprimoramento, não só do sistema de apuração eletrônica, mas também de um sistema paralelo que permita a aferição de todo o processo. 

Eu, assim como a imensa maioria do POVO BRASILEIRO, NÃO CONFIAMOS no SISTEMA DE TOTALIZAÇÃO DAS URNAS ELETRÔNICAS, nem naquela EMPRESA que as fabrica e muito menos em quem DITA AS REGRAS ELEITORAIS NO BRASIL na recente era PETISTA. Como Disse Lula, referindo-se à oposição, eles não sabem do que somos capazes. Quem ameaça de viva voz com tanta arrogância, é capaz de tudo para não perder as eleições. Os vídeos do Lula estão ao alcance de todos no Youtube.

http://blogdoescritorruycmara.blogspot.com/2014/10/os-misterios-das-eleicoes.html