segunda-feira, maio 07, 2012

CADÊ OS HISTORIADORES?


Do Jornalista Carlos Chagas.

"Erros foram praticados durante o regime militar, eram tempos difíceis.
Claro que no reverso da medalha foi promovida ampla modernização de nossas estruturas materiais. Fica para o historiador do futuro emitir a sentença para aqueles tempos bicudos." 

Mais uma evidência salta aos olhos.


(Presidente Castelo Branco).
* Quando Castelo Branco morreu num desastre de avião, verificaram os herdeiros que seu patrimônio limitava-se a um apartamento em Ipanema e umas poucas ações de empresas públicas e privadas.


 (Presidente Costa e Silva)
* Costa e Silva, acometido por um derrame cerebral, recebeu de favor o privilégio de permanecer até o desenlace no palácio das Laranjeiras, deixando para a viúva a pensão de marechal e um apartamento em construção, em Copacabana.


(Presidente Garrastazu Médici)
* Garrastazu Médici dispunha, como herança de família, de uma fazenda de gado em Bagé, mas quando adoeceu, precisou ser tratado no Hospital da Aeronáutica, no Galeão.
  

(Presidente Ernesto Geisel)
* Ernesto Geisel, antes de assumir a presidência da República, comprou o Sítio dos Cinamonos, em Teresópolis, que a filha vendeu para poder manter-se no apartamento de três quartos e sala, no Rio.


(Presidente João Batista Figueiredo)
* João Figueiredo, depois de deixar o poder, não agüentou as despesas do Sítio do Dragão, em Petrópolis, vendendo primeiro os cavalos e depois a propriedade.
Sua viúva, recentemente falecida, deixou um apartamento em São Conrado que os filhos agora colocaram à venda, ao que parece em estado lamentável de conservação.



Não é nada, não é nada, mas os CINCO GENERAIS-PRESIDENTES até podem ter cometido erros, mas não se meteram em negócios, não enriqueceram nem receberam benesses de empreiteiras beneficiadas durante seus governos
Sequer criaram institutos destinados a preservar seus documentos ou agenciar contratos para consultorias e palestras regiamente remuneradas.


Bem diferente dos tempos atuais, não é?"


Então vejamos...


  (Quadrilha LULA da SILVA)

LULA, o mentiroso falastrão, segundo a famosa Revista Americana FORBES, tem um PATRIMÔNIO de 2 BILHÕES de DÓLARES, (aproximadamente 3 BILHÕES e DUZENTOS MILHÕES de REAIS).



  (LULINHA um prodígio das finanças)


LULINHA, filho do LULA era um simples funcionário doButantã/SP, com um salário de R$ 1.200,00. Quando o pai  se tornou presidente ele recebeu, sem nenhuma justificativa, um presente da TELEMAR no valor de
5 milhões de Reais,  e hoje é um dos maiores latifundiário do Brasil, criador de gado e proprietário de uma fazenda cinematográfica em Araraquara, adquirida por 47 milhões de Reais,
 COMPRADA À VISTA !