terça-feira, fevereiro 26, 2013

1ª REFREGA ENTRE PRÉ-CANDIDATOS AO TRONO



O eterno pré-candidato à presidente do Brasil, CIRO GOMES, tem bastante razão e está absolutamente correto ao afirmar que o governador de Pernambuco, EDUARDO CAMPOS (PSB), não tem estrada ainda e não conhece o Brasil. (Digo eu: esse senhor não conhece nem mesmo Pernambuco) 

Tem bastante razão ao afirmar que AÉCIO NEVES (PSDB) e MARINA SILVA (à procura de uma boquinha), também não conhecem o Brasil e não têm propostas concretas para a Nação. 

CIRO teria sido 100% honesto se dissesse que a petista, Dilma, também não conhece o Brasil. (Digo eu: essa senhora não sabe sequer apontar no mapa onde desembocam os rios Amazonas, São Francisco ou Jaguaribe.) 

Se o pré-requisito para ser presidente é "conhecer o Brasil", eu, assim como muitos outros brasileiros que ganham ou ganharam a vida como caixeiro viajante, estaríamos 100% qualificados para o cargo, já que conhecemos e bem, de larguíssimas datas, de pisar e andar, todos os Estados brasileiros e suas principais cidades com seus distritos industriais e agrários. 

Felizmente não tenho vocação, nem paciência e muito menos talento para conviver com tantas patifarias engendradas nesses gabinetes atulhados de pilantras que, ademais de não conhecerem o Brasil e muito menos as soluções para tantos problemas, transformaram os governos, os ministérios, os partidos políticos, o congresso nacional, as assembléias legislativas e as câmaras de vereadores, em verdadeiros bandos de saqueadores na Nação. 

Nesse momento em que comento a fala de CIRO GOMES numa emissora de rádio local, as MALAS de proeminentes deputados, senadores, ministros e diretores de estatais, estão bem escondidas dos olhos piegueiros dos ingênuos eleitores brasileiros. 

CIRO GOMES sabe mais que eu, que não é o talento, nem a decência, nem a qualificação formal, nem o conhecimento dos problemas da Nação, nem a vivência de mundo e muito menos a honestidade, que transformará um político loquaz ou um populista inculto e mentiroso, em presidente do Brasil. 

Essa proeza se faz no Brasil com PROPAGANDA ENGANOSA, muita DESONESTIDADE e com MALAS e MALAS de DINHEIRO ROUBADO, impunemente. 

Ruy Câmara
Escritor