sexta-feira, julho 22, 2011

EXTINÇÃO SUMÁRIA DO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTE E DNIT







A presidente Dilma, assim com todos os políticos e todos os empreiteiros do Brasil sabem que o assaltado MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES e o famigerado DNIT são irrecuperáveis e a solução definitiva passa pela EXTINÇÃO SUMÁRIA e IMEDIATA desses dois ANTROS DE CORRUPÇÃO ATIVA E CONTINUADA.

Quem conhece como são feitas as LICITAÇÕES, CONTRATAÇÕES, REPASSESE DE VERBAS e LIBERAÇÃO DE PAGAMENTOS em tais ANTROS, sabe que não há ali nenhuma obra limpa e nenhum procedimento administrativo lícito.  

Aos espertalhões do PT e da BASE ALIADA que alegam na imprensa que o Governo não pode paralisar as obras em curso, eu retruco dizendo: Dilma pode e deve livrar o Brasil das gangues que ali atuam, pois tudo ali é alvo de CORRUPÇÃO, SUPERFATURAMENTO e ROUBO.

Aos larápios que perguntam sobre quem cuidará das obras, eu respondo sem pestanejar: o EXÉRCITO BRASILEIRO com seus 11 BATALHÕES DE ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO, desde que o Exército Brasileiro não esteja sob o comando um general submisso e acovardado, como é o caso desse Sr. Enzo Martins Peri, que desmoralizou a farda ao conceder medalha a um bandido renitente, quadrilheiro e dedo-duro, como é o caso do José Genuíno.

Como provado está, o EXÉRCITO tem larga experiência em construção de RODOVIAS, FERROVIAS, PONTES, VIADUTOS... e pode, perfeitamente, empreender sob rígida fiscalização do TCU e demais gabinetes, todas as tarefas e o fará com um orçamento reduzido em pelo menos 50%, que á a margem normalmente desviada para os larápios.

Ademais, grande parte da tropa está ociosa, revirando papeis ou batendo continência uns para os outros, de modo que o EXÉRCITO quer trabalhar, não apenas para justificar o soldo que pagamos, mas para tirar o Brasil e suas estradas da lama real e moral em que se encontram.

Ruy Câmara
Escritor


Fortaleza, 15 de junho de 2011.