quinta-feira, julho 31, 2014

BEM LEMBRADO, SENADOR

O que está implícito no discuso do Senador Cristóvão Buarque, proferido logo após a humilhação nos gramados é muito mais duro para o governo Dilma, do que para a torcida brasileira, que em parte não sofreu absolutamente nada diante do desastre da Copa. 

Disse ele: "O que mais me impressiona é o fato de estarmos profundamente abatidos, no Brasil inteiro, porque perdemos de 7 a 1 para a Alemanha, mas jamais nos lembramos de que a Alemanha, mesmo tendo sido destruída duas vezes num século, tem 102 Prêmios Nobel e nós não temos nenhum. Ninguém lamenta as consequências para o futuro do Brasil pelo fato de estarmos perdendo de 102 a zero para a Alemanha, no campeonato de Prêmio Nobel. 

Ninguém lamenta que no rol de 106 países analisados, o Brasil está no 85º lugar em IDH, tecnicamente empatado com o Haiti e outros países pobres da África. 

Não houve trauma algum quando a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico divulgou uma lista em que o Brasil está no 58º lugar no rol dos 65 países mais atrasados em Educação." 

Eu concluo dizendo: 
Diante do que observo, posso afirmar que Lula, Dilma e o PT conseguiram de fato transformar o Brasil numa nulidade: já não somos mais os melhores em futebol e nem em outras atividades que possamos nos orgulhar ou exemplificar o mundo.  

Ruy Câmara
Escritor