sábado, agosto 07, 2010

TRAMAS E ILUSÕES

As tramas políticas nesses tempos de eleições não diferem tanto da ficção, do sonho, da ilusão, da mentira bem contada e da verossimilhança com o irreal. Mas a política só se configura como atributo social porque é simulacro de legitimação e embuste de representação, tal como legitimamos democrático esses arranjos espúrios entres forças adúlteras, ou como outorgamos representação a um carreirista de plantão que não representa seus eleitores e se locupleta mentindo ou encenado uma farsa com o dinheiro alheio, farsa que ao final ainda é aplaudido pelos que estão com olhos voltados para o andor, cheios de ilusões, mas com os pés atolados na lama.